O que é câncer

por Cristina Paixão Lopes

 

Câncer. Esta palavra por si só já causa arrepios e desconfortos em todo mundo. No passado ela nem era pronunciada. Dizia-se “aquela doença” ou “a doença que começa com ‘c’”. Muita coisa mudou de lá para cá – e muita coisa continua igual, como os tratamentos convencionais, que continuam os mesmos.

 

Hoje vivemos uma epidemia de câncer. Nesta geração prevê-se que uma mulher em cada três e um homem em cada dois desenvolverá câncer ao longo da vida. E se estamos enfrentando esse cenário e sujeitos a ele, a primeira coisa precisamos fazer é saber o que é o câncer. Só assim poderemos assumir uma postura diante dele e lutar contra o “dragão”.

 

A primeira coisa que precisamos entender é que o surgimento de células cancerosas é uma coisa natural e todos nós as produzimos diariamente. Nós produzimos de 10 a 100 células anormais todos os dias. Só que algumas  se desenvolvem e se transformam em um tumor e outras são simplesmente identificadas, combatidas e destruídas pelo nosso sistema imunológico.

 

A célula cancerosa é uma célula anormal que perdeu sua condição normal de morrer. Toda célula tem essa programação de tempo de vida. Ela nasce, vive algum tempo e morre. Isto se chama apoptose – morte celular programada. Sem esta condição, a célula torna-se imortal e continua a desenvolver-se sem parar e a multiplicar-se até se transformar em um tumor.

 

Mas a célula de câncer tem outra característica: ela se espalha e invade órgãos, produzindo o que se chama de metástase, que é o maior perigo deste processo. Nove em cada dez pacientes morrem da metástase e não do câncer primário. Portanto, em um tratamento de câncer a maior preocupação deve ser impedir a metástase.

 

Sistema imunológico: nosso exército da salvação

 

O câncer é resultado de uma falha de comunicação do sistema imunológico. Se as células do sistema imunológico não conseguirem comunicar-se umas com as outras, elas não conseguirão deter o inimigo invasor. Não conseguirão identificar essa massa crescente até que seja tarde demais. E esta falha do sistema imunológico em identificar a célula de câncer pode ocorrer por estar enfraquecido ou por estar ocupado demais com o excesso de trabalho no corpo, a ponto de deixar passar a célula cancerosa despercebida.

 

Agora, esse inimigo invasor não vem de fora, mas é algo interno que não está funcionando apropriadamente. Portanto a abordagem não deve ser a de atacar o inimigo, mas de corrigir o que não está funcionando adequadamente dentro do corpo.

 

Ao contrário do que se pensa, o câncer não aparece de uma hora para outra. Ele é o resultado de muitos anos de desenvolvimento até  tornar-se identificável. Ele chega a levar até dez anos até que seus sintomas comecem a aparecer, embora às vezes se manifeste já dois ou três anos após  uma situação traumática.

 

Portanto, o sucesso na luta contra o câncer está muitas vezes associado ao momento em que ele é descoberto. Quanto mais cedo, melhores as chances.

 

Em Câncer sem Mitos nós vamos trazer a você as informações menos divulgadas e as mais recentes pesquisas. Vamos mostrar os melhores exames para detecção e prevenção do câncer - exames que muito provavelmente você desconheça.

 

Nossa missão é mostrar as verdades e mentiras em torno desta doença que, por mais grave que seja, pode ser curada sem trazer inúmeros efeitos colaterais durante o processo.

 

Acompanhe-nos nessa empreitada. Nós queremos que você tenha as informações necessárias para que possa tomar suas próprias decisões em relação aos tratamentos a que está disposto a se submeter. E se você estiver buscando prevenção, vai se surpreender com tudo o que você pode fazer para garantir e preservar sua saúde.

 

O câncer é sério, mas não é imbatível. Informe-se. Conhecimento é poder!!

 

 

 

 

Termografia
Exame mais seguro contra câncer de mama
Por que adquirimos doenças graves?
Cúrcuma
Chá Essiac
A Terapia Gerson
O lucrativo mercado do câncer
Mostrar Mais
Aviso legal
 

O conteúdo deste site é baseado em pesquisas realizadas pelos autores, salvo indicação em contrário. As informações apresentadas aqui têm caráter educacional e não se destinam a diagnosticar ou prescrever para qualquer condição médica nem para prevenir, tratar, mitigar ou curar tais condições. As informações contidas neste site não se destinam a substituir um relacionamento individual com um médico ou profissional de saúde qualificado. Portanto, estas informações não pretendem ser um conselho médico, mas, sim, uma partilha de conhecimentos e informações com base em pesquisas e experiências. Os leitores, sejam eles pacientes, familiares ou pessoas interessadas em prevenção, devem tomar suas próprias decisões com relação à sua saúde, com base em seu julgamento e pesquisas em parceria com um profissional de saúde qualificado. Os autores estão qualificados a dar orientações psicológicas e nutricionais.

 
Observação
 

O conteúdo deste site é baseado em pesquisas realizadas pelos autores, salvo indicação em contrário. As informações apresentadas aqui têm caráter educacional e não se destinam a diagnosticar ou prescrever para qualquer condição médica nem para prevenir, tratar, mitigar ou curar tais condições. As informações contidas neste site não se destinam a substituir um relacionamento individual com um médico ou profissional de saúde qualificado. Portanto, estas informações não pretendem ser um conselho médico, mas, sim, uma partilha de conhecimentos e informações com base em pesquisas e experiências. Os leitores, sejam eles pacientes, familiares ou pessoas interessadas em prevenção, devem tomar suas próprias decisões com relação à sua saúde, com base em seu julgamento e pesquisas em parceria com um profissional de saúde qualificado. Os autores estão qualificados a dar orientações psicológicas e nutricionais.